Dentro do projeto abrangente que é a Go Foodies World Tour há espaço para explorar inúmeras vertentes. E ir, basicamente, a todos os locais do mundo que façam sentido gastronomicamente.

Com partida em Portugal – como seria óbvio e desejável – a primeira etapa da Go Foodies World Tour iniciou-se nos Açores. Seguiu-se uma bem sucedida paragem por Espanha. Mas como se trata de uma World Tour impunha-se sair da Europa para descobrir “novos” mundos. 

De 28 a 30 de Novembro – a Go Foodies World Tour voa até Maceió, no Brasil, para uma série de encontros onde se vai explorar a proximidade de dois países separados pelo Atlântico mas unidos por uma história partilhada e uma mesma língua. 

Numa vertente académica – através da participação em oficinas e palestras universitárias com especialistas em várias áreas da gastronomia no III Congresso Internacional de Gastronomia e Ciência dos Alimentos – e “no campo” – com a visita a comunidades piscatórias e zonas de produção de marisco e peixe (ostras, entre outros) – a Go Foodies pretende aferir a relevância da valorização de produtos e recursos marinhos que unem Portugal ao Brasil, como é o caso do ouriço-do-mar, ostra e das algas. 

Depois desta paragem em Maceió, a Go Foodies World Tour prossegue caminho em  2019. O que seguirá? América do Sul? África? Escandinávia? A saber em breve.

NNC (texto)
www.nunonobre.com