A reputação dos portugueses é sobejamente reconhecida nos cadernos de história do mundo: timoneiros de muitas conquistas e explorações por mares nunca dantes navegados, agora foi a vez de marcarmos posição na 1ª Portugal Shipping Week como centro marítimo de transporte e logística global.

Um dos pontos altos desta primeira conferência decorrida em Lisboa entre 17 e 21 de Setembro foi a apresentação da WISTA Portugal, uma associação membro da Women’s International Shipping and Trading Association que se junta às 45 já existentes em todo o mundo, reunindo mais de três mil membros activos.

Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar, foi quem anunciou a constituição formal da associação, reforçando a mudança de paradigma que tem vindo a promover nas entidades que tutela e cujos resultados apontam já para um aumento da taxa de mulheres em cargos superiores nas áreas da economia azul, representando o triplo da média nacional.

Mas ainda não chegámos a bom porto; a missão da WISTA Portugal é impulsionar esta mudança num contexto em que as mulheres continuam a lutar pela igualdade de direitos e oportunidades de trabalho, sobretudo no que respeita à nivelação de vencimentos ou ocupação de lugares de chefia nas organizações e sectores públicos.

A actuação da WISTA Portugal vai apoiar as executivas que trabalham nos sectores de transporte, logística e comércio marítimos, não só garantindo que estas estatísticas mudam mas, principalmente, que o contributo feminino para uma política marítima integrada seja cada vez mais representativo de um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo da indústria.

Fundada por Despina Panayiotou em 1974, também presente no evento, o centro de operações da WISTA Portugal será no Funchal e o seu corpo administrativo é constituído por Ana Paula Vitorino como presidente do Conselho Honorífico e Lídia Sequeira como presidente honorário dos conselhos de administração dos portos de Setúbal, Sesimbra e Lisboa.

NNC (texto) + José Ventura (fotografia)
www.nunonobre.com